Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Curral Quântico

We are no longer the same, you wiser but not sadder, and I sadder but not wiser (...)

   Há aspetos do trail running nos quais o meu rácio performance/experiência é muito satisfatório: subidas, tolerância a arranhões, pilhagem de fruta; mas especialmente subidas, ou não andasse eu a treinar desnível desde os seis anos. Por outro lado, não sei descer - a menos que o faça de cu, estilo escorrega. Perguntei mesmo se essa não era uma opção válida. Rebolar é mais fácil do que lidar com o pânico de ficar sem os dentes da frente, expliquei. Toda a gente se riu; compreendo que parecesse uma piada apesar de, para mim, o risco de arruinar a simetria facial num calhau ter sido bem real. Felizmente, limitei-me a encher as pernas de riscos avermelhados; nem chegam a ser arranhões, são simples rastos, como quem desenha a lápis nas carteiras da sala de aula. Dir-se-ia que andei realmente a rebolar monte abaixo, mas garanto que me mantive verticalmente acagaçada em todas as descidas.