Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Curral Quântico

We are no longer the same, you wiser but not sadder, and I sadder but not wiser (...)

O Apartamento #1

   O forno funciona, mas a porta não fecha. A solução passa por trancá-la com uma cadeira. Foi o Felix que mo sugeriu. Garantiu-me que resultava; dois dias depois, experimentei fazer um jantar mais sofisticado e tudo correu pelo melhor. Também me explicou que a varinha mágica está partida, mas funciona unindo as duas partes e segurando-as com cuidado. Ainda não calhou colá-las. De resto, está tudo a trabalhar. Até máquina de lavar loiça tenho. É uma novidade, a minha mãe nunca acreditou em máquinas de lavar loiça, preferia ter as mãos secas e as unhas partidas. Nos primeiro dias, assim que acabava de comer, mergulhava instintivamente o prato debaixo da torneira. Cedo me apanharam, pediram que não me desse ao trabalho. Preciso de guardar as forças para tudo o resto; acartar as compras, por exemplo; moro no terceiro andar de um prédio antigo, sem elevador. As portas são todas parecidas: brancas, com grandes painéis de vidro e uma maçaneta redonda. Os vizinhos de baixo costumam deixar a deles aberta, e por causa disso quase lhes entrei pelo apartamento a dentro uma vez. Experimentei o corredor com um pé e levei meio segundo a perceber que não conhecia aquele tapete azul. Fugi escada acima. Ninguém deu por nada, acho eu.

2 comentários

Comentar post