Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Curral Quântico

We are no longer the same, you wiser but not sadder, and I sadder but not wiser (...)

Memorabília #3

   Quando era miúda, acreditava que o meu pai já tinha tido todas as profissões do mundo. A sério. Mais que nunca deixar as minhas perguntas sem resposta, recordo a prontidão com que o meu pai atendia às minhas dúvidas e a forma como falava. Parecia realmente perceber tudo sobre tudo e com correção quase científica. No final das suas pequenas palestras, eu costumava perguntar-lhe como é que ele sabia aquelas coisas. Dizia que sabia das estrelas porque fora astrónomo, dos relógios porque fora relojoeiro, dos aviões porque fora piloto. Eu ficava admirada, os meus olhos deviam brilhar muito; mas também triste porque, para já ter sido tantas coisas, o pai devia ser mesmo muito velho, quase tão velho como os homens de boina do café. Esses também me diziam ter tido centenas de ofícios, alguns inacreditáveis. O que era um cantoneiro? A Barbie Cantoneira não existia, aquilo devia ser inventado.